Repsol de Sines entra em Lay-off

Cerca de 600 trabalhadores afectados.. Leia AQUI

O que eles se esqueceram de dizer é que:
Mais fábricas em Sines estão nessa situação, a Carbogal , Artenius e outras também vão entrar em lay-off.
Isso ao todo afectará mais de 1000 trabalhadores.

O curioso é que a empresa Repsol em 2008 teve um lucro de € 2,71 bilhões , repartiu parte desse lucro pelos accionistas...

2 comentários:

Anónimo disse...

Não é por nada, mas de vez em quando também podia anunciar as fábricas que abrem e contratam pessoas, só para tornar o blog menos negativo...

Como as 600 pessoas (penso eu) que foram contratadas para construir o novo sirocco.

R.O disse...

Existem pequenas fabricas no País que abrem e dão empregos, essa tem que nome? Sabe mais dados?
Mas por vezes o número de empregados e desempregados não esta equilibrado.
Por exemplo abre uma fabrica e emprega 600 pessoas, mas após uns meses encerram várias fabricas e vão 1500 para o desemprego, etc.. Há sempre mais desempregados do que empregados.
Ou então essas fabricas que abrem, fecham após um ano, ou então metem pessoas a trabalho precário, a recibos verdes ou sub-empreitadas, ou trabalho temporário, etc.

 


Realidade Oculta -