Portugal quase a falir...



Simon Johnson, antigo economista chefe do FMI, considera que Portugal, tal como a Grécia, "corre risco de falência económica" e é hoje um país mais arriscado que a Argentina de 2001.

"O próximo no radar é Portugal. Este país só não está no centro das atenções porque a Grécia caiu numa espiral descendente. Mas estão ambos perto de falência económica e parecem hoje bem mais arriscados do que a Argentina quando entrou em incumprimento, em 2001", lê-se num artigo assinado em conjunto por Simon Johnson, antigo economista chefe do FMI, e Peter Boone, do ‘Center for Economic Performance' do London School of Economics.

Ler o resto AQUI.

11 comentários:

Anónimo disse...

Estes gajos devem e estar todos a festejas com chapagnola o que fizeram aqui e na Grecia.
Mas teem de dizer o que o povo gosta de ouvir.
Enquanto obedientemente fazem o que lhes mandam.
Senao...

Anónimo disse...

Mas mesmo assim, não vão cancelar os megalómanos projectos... porque será? esta promiscuidade políticos-empresas de betão vai arruinar o País... mas eles estão-se nas tintas, off-shores com fartura e dinheiro a rodos... quem sair no fim que feche a porta.

O CAV DO ASFALTO.

Migas disse...

É muito estranho que de um momento para o outro Portugal passe de um anonimato para as bocas do mundo como um grande risco para os mercados de crédito. Ora todos sabemos que estes mercados funcionam com base na especulação. Mas quem poderá estar a especular contra Portugal?
Quem, mais do que ninguém, está interessado nesta situação? Adivinharam! O Eng.º Zé e a sua comitiva, mais uma vez, para manter as boas aparências...!
Reparem que com isto ele calou e dominou a oposição maioritária, calou e dominou o P.R. Agora o discurso é o de que os partidos, em vez de perderem tempo com disparates, devem-se unir ao governo para salvar Portugal desta situação e em torno da estratégia do Eng.º Zé e do PS pois só essa é a correcta...!

Bruno Fonseca disse...

Nisto não condordo muito. Há MUITO dinheiro por aí! Está é muito mal distribuido. Deviam era ir buscar dinheiro a quem causou isto tudo! AOS RICOS! AOS PORCOS DOS CAPITALISTAS E ECONOMISTAS!

Anónimo disse...

Para começar FMI é um tentáculo de quem manda! Portugal apnas na ditadura teve as contas em ordem (baseado na fome que os portugueses passavam). O que acontece é que agora, até o mais misero ser tem telemovel, tv lcd,parabolica, mesmo vivendo em barracas...idas aos centro comerciais, numa de pápa burgers. No tempo da ditadura, mamava o Salazar e quem o circundava, os donos das herdades e fabricas. Mais um ou dois politicos e militares. Hoje mamam politicos à grande, os altos graduados, gestores, administradores e tem que haver subsidios e guito para todos. Tipo vejo malta na merda, mas é uma merda mais bem cheirosa que no tempo dos meus pais. O meu pai passou fome e tinha que trabalhar no duro. Não defendo isto, só quero dizer que na merda já estamos há muito, só que agora o cheiro é diferente!

HugoV

karane disse...

na minha opiniao sicera portugal esta na mesma situação que a grécia a diferença é que o socrates e companhia escondem tudo do povo.

The Truth disse...

Preparem-se para o efeito dominó. Tudo isto faz parte da agenda dos Illuminati. Bancarrotas surgirão por todo o lado. Caos social e tudo mais. Tudo isso dá-lhes um motivo para instaurarem a Nova Ordem Mundial... Reparem bem, o dinheiro passaria a ser virtual, ou seja, implantariam os chips no povo. Quanto ao caos social eles entretanto decretam Estado de Sítio (lei marcial nos EUA). Faz tudo parte... Pensem bem nisso, INVESTIGUEM! ;)

Bilder disse...

Meus amigos,claro que toda essa jogada financeira vai ao encontro dos interesses de Socrates e companhia mas é mais profunda que isso,vai ao encontro dos interesses dos grandes tubarões(bilderberg é apenas uma fronte)que querem implantar o tal governo mundial,e isso só é possivel com o total descrédito(literalmente)dos estados!Mas no fim de contas não é apenas um ataque à Europa(euro) mas sim a um certo modelo de Europa que não convem ao ditos tubarões(pois tem de haver uma união para controlar os estados)e claro agencias de rating são mais um actor nessa guerra da qual a União europeia não consegue dar resposta apesar de todos os diagnosticos há meses e anos!
Ora se o objectivo dos senhores em Bruxelas fosse defender os povos da europa(Grecia,Portugal e outros)não teria já sido criado um mecanismo alternativo às ditas agencias de rating??Boa questão né?
vejam o meu post "a ditadura do rating capitalista" no meu blog "senhores do mundo".

rui sousa disse...

hugo v esse comentário foi dos melhores que já li! :)

Pedro disse...

A gente ja esta na falencia a muitos anos, so que o nosso bolso vai dando, e eles aproveitam e tapam buracos. E o tipico do portugues, "Deixa andar, depois logo se ve!".
Cada vez considero-me mais a virar anarquista! No bom sentido! Igualdade e respeito! Acho que assim e que se faz uma nação!

bluesharklima disse...

O pessoal que não acorde não, Mesmo com isto tudo a desmoronar o pessoal é céptico para caramba. O que precisam eles de ver.

 


Realidade Oculta -