Manifestação 13 Outubro


.
 
Hoje, 13 de Outubro, ocorre mais uma manifestação contra a Austeridade, desta vez com um concerto e vários artistas participando.
Enquanto isso, ao mesmo tempo, ocorrem 2 situações que desejo comentar.
 
Uns peregrinam a Fátima, ok cada um é livre de seguir a sua Fé, espero que Fátima “ajude” o País, dava jeito uma aparição agora.
 
O santuário de Fátima, segundo alguns jornais do ano passado, diz-se que lucra uns 13 milhões de euros por ano, uma parte desse dinheirinho vai para Roma ( Vaticano ,óbvio). Hoje os fiéis vão lá deixar mais um dinheirote …
 
Outra situação, o patriarca de Lisboa José Policarpo, diz que manifestações são uma « corrosão da harmonia democrática » . Link aqui
 
Eu não quero escrever nada ofensivo nem grosseiro, embora me apeteça, vou tentar controlar-me. Então sr José Policarpo, e as peregrinações de milhares de fiéis ao santuário de Fátima, ajudam o País ? Se as pessoas são livres de seguir a sua Fé e irem ao Santuário, também as pessoas que vão para a rua manifestar-se são livres de exercer o direito à manifestação, Porra!!
 
As pessoas ao manifestar-se estão a demonstrar ao Governo que estão insatisfeitas, e segundo a constituição têm esse direito a manifestar-se, as pessoas são livres e fazem o que lhes apetecer!
 
Não precisam acatar ordens de nenhum velho religioso! Portugal não é o governo de sanguessugas assassinas nem um grupo de velhos religiosos cheios de anéis e colares de ouro!!
 
Portugal somos nós , o POVO !
 
Se o povo quer manifestar-se, acho muito bem! Significa que estão a despertar do transe.
Mas vocês das religiões , das grandes Igrejas , querem um povo submisso, um rebanho obediente e cego, pois somente OS CEGOS E MANSOS podem ser manipulados!
 
A Igreja e o governo andam de mãos dadas. Reparem como a Igreja tem sempre opinião sobre situações políticas, e representam milhares de cristãos, que são milhares de votos, pessoas que votam, por isso o GOVERNO escuta sempre a igreja, porque a igreja representa milhares de eleitores.
 
E A IGREJA quer um rebanho submisso e manso, tal como o Governo, enquanto houver ordem e um povo submisso, ambos LUCRAM com isso. ( Igreja e Governo ).
Mas neste caso, ambos, governo e Igreja estão a ser burros.
 
Porque se o povo ficar pobre ( e a pobreza continua a aumentar ) as pessoas não vão ter dinheiro para pagar impostos, o ESTADO perde receitas $, e a IGREJA começa a perder donativos, as pessoas deixam de ter dinheiro para dar donativos á igreja, e assim acabar-se-á a “mama” $ para a igreja, eles sobrevivem do dinheiro dos fiéis $. Eu não vejo padres nenhuns a trabalhar nas obras a carregar baldes de massa, nem nas empresas nem escritórios, nem nas fábricas a trabalhar.
 
Eles sobrevivem dos donativos que as pessoas dão ás igrejas $, e quanto mais pobreza houver, menos dinheirinho a igreja irá receber.
Portanto sr José Policarpo repense bem as suas palavras.
Quando a igreja começar a desabar, sem dinheiro.
Talvez você apele ao povo para se revoltar contra o governo, mas nessa altura ninguém irá escutá-lo.
 
 
 
 

2 comentários:

Unknown disse...

«Na Europa, cada manifestação do "orgulho Gay" contou, em média, com 100.000 pessoas. Cada manifestação Contra a Corrupção teve, em média, cerca de 2.500 pessoas! Estatisticamente, fica provado que há mais gente a lutar pelo direito de levar no rabo, do que lutar para não ser enrabado.»

R.O disse...

Pois isso não sei :)
parece uma teoria dos gato fedorento ou nuno Markl.
voce tem as fontes de informação ?

A Manifestação "Que se lixe a Troika" teve por exemplo 500.000 manifestantes

 


Realidade Oculta -