A Chave de Salomão

O Jornalista da RTP  José Rodrigues dos Santos é considerado por muitos  o «Dan Brow» Português, eu particularmente nunca gostei de ler livros com histórias de ficção, prefiro factos, livros com informação directa e prática.

Este post não tem intenção de criticar os livros ou o José Rodrigues, mas apenas tecer a minha opinião a respeito da simbologia dos Livros.

Cada um gosta do que quiser.

Eu tenho a intuição de que esse sr é Maçon u pertence a alguma outra sociedade, tenho observado durante anos os Livros dele, nunca os li na íntegra, apenas folheei, mas reconheço várias palavras e expressões utilizadas também no Ocultismo, além dos próprios títulos dos livros e símbolos nas capas.

Eu leio ocultismo e espiritualismo desde os 15 anos.

Já aprendi e pratiquei variadas coisas.

Alguns livros dele são « A Mão do Diabo », «O sétimo Selo» e o «Codex  632 », Nomes sugestivos não?

O sétimo selo tem na capa a imagem de um iceberg com a maior parte submersa, essa imagem (que por acaso foi tirada da net) na generalidade simboliza o nosso subconsciente que é o lado submerso do iceberg, e na capa tem o «666» gravado.

José Rodrigues dos Santos adora utilizar referências ao «666» ou «Diabo» nos seus livros, curioso pormenor!

Codez 632 ,em numerologia (também estudei numerologia) é 6+3+2 que dá = 11 , o famoso número illuminati.

O  mais recente livro dele é «A Chave de Salomão», posso mencionar TRÊS aspectos do livro que não são originalmente criados por ele. Três!

O título é inspirado num antigo Grimório de magia (que por acaso eu li aos 17 anos) que é «As chaves de salomão» ou também conhecido por «Clavícula de Salomão», e por acaso Dan Brown também escreveu «A Chave de Salomão», por sorte não acusou o José de Plágio.

A história do livro sobre a consciência humana afectar a Realidade, Física quântica e o CERN tudo misturado, já existem milhares de pessoas a escrever sobre isso em sites americanos.

O Símbolo da capa é igualzinho ao Sigilo de THELEMA e também utilizado em Magia Enochiana, mas eles meteram lá o Hexagrama (Cruz de David) no meio, uma mistura com temas de Kaballah ou ocultismo Judaico (Kabbalah).

Não sei o que significam as letrinhas TTVPYN, mas as restantes em Hebraico significam :


מפתח ( key : chave : abertura )
שלממ ( finance, dinheiro, finanças)


O número 77 é muito utilizado em Ocultismo, a explicação do mesmo é muito longa para citar aqui , mas em Thelema tem a ver com a numerologia da palavra Babylon, entre outras.


Apenas quis deixar neste post a minha opinião acerca da simbologia utilizada nos livros dele, acho estranho tantas “pistas” sobre 666 e DIABO, e utilizar símbolos de ocultismo, Thelema, 

Magia Enochiana, temas que certamente ele gosta, e quiçá um pouquinho de Goetia também.


Qual será o título do próximo livro ?  «Amor de Lúcifer»? loool




5 comentários:

Gerson Avillez disse...

Está na moda mistificar conceitos científicos. Mas Dan Brown, ao menos, apesar de distorcer fatos históricos a quiça da exaltação de seitas e sociedades secretas eventualmente tem boa mão pra isso.
Meus pais chegaram a pesquisar sobre as artes ocultas e até home me impressiono como um caroço de feijão cresceu dentro de uma piramide vedada (não sei se adulteraram aquilo). Mas apesar de pesquisar muito sobre isso mantenho-me longe, o ocultismo me fez presenciar coisas sinistras ainda que não veja relação com eventos UFO que tenha visto.
A Thelema é a crença dos autocratas que resume como a única lei a própria vontade, disso surgiu livros bestas como 'O Segredo' mas que pouco tem a ver com as propostas científicas.
Porém, apesar de me parecer um besta esse José Rodrigues, me interessei pelo livro dele por abordar temas semelhantes ao que abordo em 'Ars Ad Speculum' pois creio que escolhas não tomadas por nós, por exemplo, divergem em mundos alternativos (multiverso) assim como que existe um fluxo de caos que convergem eventos e que somos capazes de altera-lo parcialmente mesmo através da especulação e ideias (Ars Ad Speculum). No mais fico antenado nesse misticismo meramente para me instruir a cerca das mensagens subjetivas e subliminares que tentam nos fazer engolir todos os dias.

OBS:. particularmente gosto de ficção quando envolve filosofia e ciência a quiça Matrix e LOST, por exemplo. Meus livros de ficção, por exemplo, são todos assim.

R.O disse...

Olá Gerson , obrigado pelo comentário :)

Existem alguns livros que falam sobre a energia das pirâmides, há pessoas que meditam dentro de uma estrutura metálica piramidal.

....
Essa ficção que você menciona (em filmes) é mais cativante, pois tem efeitos especiais. Mas em texto (livros) por vezes é apenas uma historinha :)

Prefiro livros com informação concreta.

Os seus livros são em forma de Historias ou apenas informação?
Já tentou abordar editoras daqui de Portugal ?

O José Rodrigues, escolheu um título «A chave de Salomão», nem sei porquê, pois Dan Brown já havia publicado um livro com esse título...


abraço

R.O disse...

..
Eu acredito que , ao comunicarmos com o nosso Eu Superior, o nosso Supra-Eu, super Consciência etc, podemos receber intuições ou mensagens dos nossos outros EU (de dimensões paralelas)

Anónimo disse...

Não é um bocado estúpido andar a comentar sem saber nada sobre o livro?
Por exemplo, o número 77 não tem nada a ver com ocultismo nenhum, faz simplesmente parte de coordenadas de GPS (já agora, todos os números do símbolo da capa fazem, e suponho que sejam as coordenadas verdadeiras para o sitio que indicam).

De resto...hum...acho que a ideia de muitas coisas que dizes não serem originais também não é serem originais. Coisa que se lesses o livro compreendias :p

R.O disse...

Estupidez é um cobarde mongolóide como tu, escondido no anonimato, vir aqui escrever essas bacoradas sem perceber nada de ocultismo!
Eu estudo ocultismo desde os 16 anos, cresce e aparece!

Se soubesses ler algumas coisas sobre Thelema, Aleister Crowley, sabias o que significa o 77.

vai morrer longe, ó pseudo-fã do José Rodrigues de Carvalho :)

Não li o livro porque não gosto de histórias nem contos de fadas ficcionados.

Prefiro livros de informação útil, e leio livros em Inglês como os livros de Joshua Free e outros.
Tu nem deves saber ler inglês provavelmente :)

 


Realidade Oculta -